MENU

Era uma vez, porquê?

Casa do Sonho > Contos Tradicionais
Daniela Fernandes
Daniela fernandes 2
Local
Casa do Sonho – Rua do Comércio, 94, Sala 1
Horário
8 e 9 Julho às 10h30
Sessões
2
Duração
1ª Parte - 30' (Apresentação da performance) / 2ª Parte - 120' (Oficina)
Número de Participantes
< 10
Público Alvo
3 > 10 anos

Transformar contos tradicionais numa performance/oficina interactiva, recorrendo à tecnologia multimédia, proporcionando ao público uma viagem pelo mundo da fantasia, num ambiente multissensorial.

Objectivos

Estimular os sentidos aliados às artes e à imaginação; estimular a criatividade; construção de elementos e personagens para acrescentar aos contos (expressão plástica); provocar o sentido crítico; desconcertar os contos e questionar morais; observar o impacto da interacção multissensorial inserido no contexto das artes; observar quais as reacções do indivíduo quando inserido num ambiente multissensorial.

Daniela Fernandes

27 anos. Natural de Tomar. Reside em Viseu desde 2006. Formada em Animação Cultural, pós-graduada em Arte, Design e Multimédia (ESEV). Animadora desde 2003, tem uma forte ligação ao Teatro e Artes Performativas, sobretudo para os mais pequenos. Desenvolveu vários trabalhos de cenografia para teatro.

Daniela fernandes 2

Transformar contos tradicionais numa performance/oficina interactiva, recorrendo à tecnologia multimédia, proporcionando ao público uma viagem pelo mundo da fantasia, num ambiente multissensorial.

Objectivos

Estimular os sentidos aliados às artes e à imaginação; estimular a criatividade; construção de elementos e personagens para acrescentar aos contos (expressão plástica); provocar o sentido crítico; desconcertar os contos e questionar morais; observar o impacto da interacção multissensorial inserido no contexto das artes; observar quais as reacções do indivíduo quando inserido num ambiente multissensorial.

Daniela Fernandes

27 anos. Natural de Tomar. Reside em Viseu desde 2006. Formada em Animação Cultural, pós-graduada em Arte, Design e Multimédia (ESEV). Animadora desde 2003, tem uma forte ligação ao Teatro e Artes Performativas, sobretudo para os mais pequenos. Desenvolveu vários trabalhos de cenografia para teatro.